quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

saudades ,,,,



      

ps.: "RA" esta ok ... muita fruta e folhagem ...
       "AF" ... ainda em falta ... o.O

7 comentários:

luciana disse...

nossa camila, voce nao esta nada bem hein, quase chorei quando li seus post de hoje,deve ser muito ruim mesmo esses anos todos vcs nao se desgrudaram. mas fica forte esses dias vao passar correndo ta!

Aninha disse...

camila querida! Sinta meu abraço de longe aquecendo esse coração de mãe que deve estar mais do que apertado de saudades do filhote. E não esqueça que é para o bem dele, ele deve estar muito feliz com o pai! Janeiro já esta chegando aí e tu vai poder afofar muito o filhote! Fique com Deus! Beijos

Patrícia Medeiros disse...

Owww camila!
Deve tá doendo muito mesmo...
mas, janeiro já já chega!
Bjss

Aline Delgado disse...

Eita qta saudade do filhote ,eu entendo tbm nao consigo ficar longe do meu mais como vc disse é importante pra ele segura o coração ai que logo ele volta
bjos

Emanuelle disse...

aii gentee, que triste seu filhinho longe... pensei q ele morava com vc!!!
enfim, jaja janeiro chega, e vcs estaram juntos de volta!
bjus
xauxau

@ugust@ disse...

. amo seu jeito de ser, como mulher e como mãe, sou sua fã, vc está careca de saber disso, risos.
. amiga querida, perdoe-me a passagem rápida mas ou é isso ou é nada, trabalho está a toda, até sexta-feira mal terei tempo para almoçar, depois de segunda-feira tudo ficará mais calmo, ainda bem! Apesar de tudo não tinha como eu não vir aqui ao menos retribuir seu carinho comigo neste dia tão feliz em que finalmente alcancei minha meta, aliás, além disso, eu ultrapassei minha meta em menos 300 gramas, estou muito feliz mas tenho que manter os pés no chão para não me perder antes das festas, que já serão prova de fogo suficiente, risos.
. beijinhos mil.
. fique com DEUS.
http://augusta-emagrecendo.blogspot.com/

***Taia*** disse...

Oi, Camila!

Lendo seu post, senti um aperto profundo no peito, porque eu te entendo demais, também sou mãe e sei como dói ficar longe dos nossos pimpolhos. Tem horas que enche a paciência, que dá vontade de ficarmos sozinhas, de ter um pouco de tempo para nós, mas viver longe deles é impossível. Ser mãe é isso mesmo.
Mas acho que você está certa de dar a ele o direito de conviver com o pai, além disso você tem um ano todinho pela frente com ele, e muitos outros!

Fica com Deus!

Bjus